Leia mais

Latidos na região do Lago

Entre as bandeiras cascavelenses que o jornal defendeu ao longo de um quarto de século, uma coincide com a semana do aniversário: o shopping Catuaí

Latidos na região do Lago

Me recordo bem da noite da colação de grau em Jornalismo. Foi no salão social do Clube Comercial. Lá se vão quase 18 anos.

Estávamos recebendo o canudo, entre outros colegas, eu o Sergio Brum, Marcos Piaia, Jefferson Poppiu, Taniclaer e Nilson Fante, Denize Savi, Padaria, José Roberto Benjamin, Adriana Calicchio... Enfim, uma galera.

Em contraponto a essa bobagem de cunhar a imprensa como “quarto poder”, usamos sandálias havaianas na ocasião, contrastando com os panos finos dos convidados e “otoridades”.

Simbolismos retóricos à parte, é inegável que plataformas de jornalismo que atingem determinado patamar de audiência passam a acumular o poder de influenciar pessoas.

A pergunta é: o que fazer com esse empoderamento? Aqui no Pitoco acertamos e erramos. Mas, ao folhar os exemplares caprichosamente encadernados pela Laidir ao longo mais de duas décadas, não resta dúvidas: o jornal abraçou as grandes causas da cidade com amor e fervor.

Poderia citar inúmeros exemplos, mas vamos ficar em um que registrou desdobramentos recentes: o shopping Catuaí.

Embora ambientalista até a medula, o Pitoco aprofundou-se nas reportagens para mostrar que o problema ali não era ecológico. Talvez fosse de ecologistas de ocasião.

O problema ali era de porteira fechada para a concorrência. O shopping não é a solução para todos os problemas, mas é peça fundamental para firmar Cascavel como polo comercial regional, dar opção ao consumidor e gerar preciosos postos de trabalho.

O Catuaí retomar as obras exatamente na semana em que o Pitoco completa 25 anos, é mais que uma coincidência. É o alinhamento das estrelas. É a recompensa do bom combate. Valeu cada adesivo colado nos veículos, valeu cada manchete do jornal em defesa deste grandioso investimento.

Pitoco é cascavelense de coração!